| Garoto do Futuro - Por Luiz Almeida

Empreendedor é orientado a encerrar pitch por falar em Português no Web Summit Rio 2024

21 de abril de 2024

Palestrante disse que nas participações no mesmo evento em Lisboa (2022) e Rio de Janeiro (2023) não teve esse problema

Foto: Redes Sociais Eco 55 (Canal no Youtube)

Na última quarta-feira, 17, o publicitário Guilherme Barbosa, fundador e CEO da Startup Eco 55 precisou concluir o pitch em inglês no Web Summit Rio 2024, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo. Quinze startups tinham dois minutos para falar sobre o próprio negócio no Startup Showcase, momendo em que os participantes poderiam aproveitar para atrair possíveis investidores, além de promover networking.

Apesar das orientações aos participantes em realizar a apresentação de 2 minutos no outro idioma, Guilherme optou por trazer uma explicação na língua materna, pois para ele, seria mais viável alcançar o público, tendo em vista que apenas 4% da população brasileira não fala inglês fluentemente, e que a maturidade do brasileiro na pauta climática ainda é baixa.

Depois de um pouco mais de um minuto de apresentação, o mestre de cerimônias do palco, também brasileiro, precisou intervir e orientou o empreendedor a continuar a fala em inglês ou finaliza-la naquele momento.

Conforme apuração do site Reset, a organização do Web Summit Rio 2024 disse que procurou Guilherme após o ocorrido para entender melhor a situação. Em nota, a direção afirma compreender que Guilherme queria realizar a palestra em português, embora a rodada fosse obrigatoriamente em inglês, além de reiterar que espera tê-lo novamente em eventos futuros.

Eco 55

O Eco 55 é uma startup idealizada para auxiliar as empresas brasileiras a realizarem a transição para a economia de baixo carbono, gerenciando as emissões de gases de efeito estufa das cadeias de suprimento das grandes companhias. É liderado por Guilherme Barbosa e pelo Prof. Winston Fritsch.

 

 

Veja o vídeo da repercussão realizado pelo jornalista Luiz Henrique Almeida do blog Garoto do Futuro! E depois, conte-nos a sua opinião sobre o assunto. 😁

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Luiz Henrique Almeida (@oluizalmeida)

Para acompanhar o vídeo na íntegra, cliqui aqui ou assista abaixo:




0

Sicredi é destaque no Guia FGV de Fundos de Investimentos 2023

16 de janeiro de 2024

Gestora de recursos da instituição financeira cooperativa ficou em 1º lugar em Money Market – gestoras Especialistas

Foto: Divulgação

O Sicredi, por meio de sua Asset, conquistou o primeiro lugar na categoria Money Market – grupo de gestoras Especialistas, do Guia de Fundos FGV 2023. Além disso, a Asset do Sicredi ficou entre as 10 primeiras colocadas no ranking geral das gestoras Especialistas.

Ricardo Green Sommer, diretor de Gestão de Recursos de Terceiros do Sicredi
“É um orgulho estarmos em destaque em Money Market do Guia de Fundos FGV, pelo terceiro ano consecutivo. Contamos com uma plataforma completa de fundos para o varejo, previdência e institucional e esse resultado demonstra o quanto estamos conseguindo oferecer ótimas soluções para diferentes tipos de investidores e para estratégias distintas”, afirma Ricardo Green Sommer, diretor de Gestão de Recursos de Terceiros do Sicredi. 

Atualmente, a Sicredi Asset Management possui mais de 130 mil investidores ativos e atuação com diversos perfis de investimentos e de exposição ao risco. Nos últimos cinco anos, foi registrado um crescimento superior a 100% em seus ativos administrados. Sob a sua gestão, há mais de 50 fundos e carteiras distribuídos entre vários mercados.

O Guia de Fundos FGV é o guia mais tradicional do mercado brasileiro, sendo elaborado pelo Centro de Estudos em Finanças da FGV/SP, desde 2020. Foi divulgado por longo tempo pela Revista Exame até ser publicado pela instituição de ensino e pesquisa, por meio do Portal de Fundos (www.portaldefundos.com), com a mesma equipe alocada nos últimos 20 anos.

Os fundos são avaliados por três níveis de gestores subdivididos em três categorias: Grande, Especialistas e de Nicho. Conforme critérios do Guia, a Asset do Sicredi participou na categoria Especialistas. 

Sobre o Sicredi  
O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento de seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. Possui um modelo de gestão que valoriza a participação dos 7 milhões de associados, que exercem o papel de donos do negócio. Com mais de 2.500 agências, o Sicredi está presente fisicamente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, disponibilizando uma gama completa de soluções financeiras e não financeiras.

*Com informações de assessoria.




0

Lojas do Shopping Ponta Negra participam de campanha de liquidação com descontos de até 70%

16 de janeiro de 2024
Foto: Divulgação

Janeiro é o mês oficial das liquidações. No Shopping Ponta Negra, haverá o Super Saldo Ponta Negra até o dia 31 de janeiro, com descontos que chegam até a 70% em produtos e serviços de lojas de vários segmentos.

Para movimentar o Super Saldo Ponta Negra, o shopping terá ação com influencers nas redes sociais, fortalecendo ainda mais a liquidação. As lojas que participam da promoção ganham adesivos nas vitrines.

Os clientes poderão conferir a liquidação de lojas como Sapatinho de Luxo, Via Uno, Riachuelo, Arezzo, Pandora, MMartan, Aramis, Renner, Reebok e Usaflex, entre outras.

A gerente de Marketing do Shopping Ponta Negra, Priscila Furtado, convida os clientes para conferir a liquidação.

“Quem gosta de liquidação não pode perder o Super Saldo Ponta Negra. Nossas lojas estão com ofertas que valem a pena a visita”, destaca Priscila.

*Com informações de assessoria.




0

Empresa amazonense de Inteligência Artificial é destaque no Brasil

17 de dezembro de 2023
Lucas Simões, CEO da STEC. Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

Revolucionando o cenário brasileiro de inteligência artificial, a STEC tem se estabelecido como líder em inovações disruptivas desde sua fundação em 2021 e anuncia expansão internacional das operações de soluções de IA

Fundada em 2021 pelo amazonense Lucas Simões, a STEC tem se firmado como uma força pioneira em soluções de inteligência artificial no Brasil. Com início em Manaus e expandindo rapidamente para São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro, a empresa estabeleceu sua presença com o ADVIA, uma inovadora ferramenta de Inteligência Artificial Jurídica.

“Este produto revolucionário definiu o padrão de alta performance no mercado, marcando o início de uma trajetória impressionante para a empresa”, afirma o empresário.

Ao refletir sobre os primeiros anos da STEC, Lucas Simões, enfatiza a importância da experiência do cliente.

“Nossa abordagem inicial foi desenvolver soluções que não apenas atendessem às necessidades do mercado, mas também superassem expectativas em qualidade e performance. A resposta dos nossos clientes foi extraordinária, e somos imensamente gratos pela confiança depositada em nossa equipe e nossa tecnologia. Agora, estamos não apenas atendendo a demandas existentes, mas também inovando e criando novas soluções para uma crescente base de clientes, tanto no Brasil quanto internacionalmente”, analisa.

Com a expansão para mercados como Portugal e Estados Unidos, a STEC não mostra sinais de desaceleração em um setor dominado por grandes corporações.

“É um orgulho imenso. Iniciamos como uma startup ambiciosa e superamos barreiras significativas. Atualmente, atendemos uma gama diversificada de clientes, de pequenas empresas a grandes corporações, com mais de 60% de nossa base de clientes localizada fora do nosso estado de origem. O sucesso da STEC é reflexo direto do talento e dedicação da nossa equipe”, festeja.

Projeções

Em 2024, além da expansão internacional das operações de soluções de IA, a STEC anuncia o lançamento do STEC Labs. Esta iniciativa é voltada para desenvolvedores de software e tecnologia no Brasil, com o objetivo de fomentar um ambiente de networking de alto nível, focado em pesquisa, criação e inovação em Inteligência Artificial.

A relevância da IA no mercado brasileiro é inegável, conforme evidenciado por uma pesquisa de mercado encomendada pela IBM, que aponta que 41% das empresas no Brasil já estão implementando essa tecnologia.

Notavelmente, as organizações brasileiras estão cada vez mais integrando IA em suas estratégias de sustentabilidade, com 66% dos profissionais de TI no Brasil indicando que suas empresas estão adotando IA ou planejando fazê-lo para fortalecer suas iniciativas ESG (Environmental, Social, and Governance).

*Com informações de assessoria




0